São cinco viagens para fazer de carro, por algumas das mais belas estradas e regiões de Portugal. Boa comida, paisagens de cortar a respiração e ideiais para umas férias de verão. Aljezur N-247 – Cascais a Peniche / 100 km O sol, vento, o azul e o verde quase sempre no horizonte, tudo parece conjugar-se para criar o cenário perfeito. Se há algo que Portugal tem de sobra é precisamente estradas cénicas como a N-247, entre Cascais e Peniche. Um percurso com menos de 100 quilómetros que, à velocidade certa, se estende por um dia. E há muito para ver e conhecer – siga as sugestões para esta viagem de verão na reportagem completa. Cascais N-222 / de Vila Nova de Gaia a Vila Nova de Foz Côa / 226 km Da costa de Gaia às curvas da estrada nacional 222 que corre o Douro vinhateiro através de um dos troços mais completos do mundo. Uma roadtrip perfeita para o verão que pode conhecer em detalhe no artigo completo. Foz Coa De Aljezur a Alcoutim / 200 km Esta viagem Começa perto da água, junto a Aljezur, terra da batata doce e segue depois pela N-267, passando por Monchique sempre com destino a Alcoutim, de onde se avista o Sanlúcar de Guadiana. Uma oportunidade única para conhecer o interior do Algarve. Conheça os detalhes desta viagem na reportagem completa. Elvas N4 – Montijo a Elvas / 200 km É um percurso com quase 200 quilómetros, ao longo da Estrada Nacional 4, que nos transporta por paisagens soberbas, boa comida e marcos históricos. Conheça todos os detalhes da viagem na reportagem completa. Mogadouro Rota da Terra Fria Transmontana / 500 km Haverá sempre uma dose de injustiça quando se afirma que esta é a região mais pura, dura, tradicional e autêntica do país, mas é indesmentível que aqui se encontra um certo Portugal, uma sensação de fim (de estrada), de comunhão com a terra sem paralelo em outra parte no país. São 500 quilómetros de paisagens soberbas e boa comida, com paragens de Bragança a Vinhais, Miranda do Douro, Vimioso e. Mais uma sugestão de road trip para este verão. Conheça os detalhes desta viagem na reportagem completa. Fonte: www.evasoes.pt